sábado, 5 de setembro de 2009

Não há nada como...

Não há nada como passar um tempo junto com a família. Não há nada como sair com os amigos (Katharine, meu bem, mais 4 garrafas de prosecco e eu me acabo! KKK!) e curtir a noite sem preocupações. Não há nada como ouvir do filho "mamãe, eu te amo, minha princesinha", porque afinal de contas esse não ia mentir prá mim mesmo. Não há nada como ver a lua cheia nascendo na Praia de Camburi à tardinha. Não há nada como dar uma de Poliana e tentar ver o lado bom das coisas -tenho exercitado isso em mim ao máximo, cara; pode funcionar! Não há nada como fazer dieta e ver o resultado nas calças largas, ou nos elogios (adooooro!!). Nã há nada como deixar cair a ficha.



NÃO HÁ NADA COMO UM DIA APÓS O OUTRO!

2 comentários:

  1. Não há meeeeesmo! Saudades enormes de vc, moçoila serelepe! :*

    ResponderExcluir
  2. Depois me conta os babados do show!

    Beijos

    ResponderExcluir

abriram a concha: