sexta-feira, 30 de abril de 2010

Sem Noção

Voltando hoje de uma reunião na SESA, com uma colega de carona, parei num sinal e um casal começou a fazer malabarismos no sinal, um deles num monociclo. Ao acabarem começaram a passar pelos carros pedindo grana. Do meu lado passou o homem, mas eu fiz sinal que não tinha dinheiro - e não tinha mesmo! Do lado do carona, onde estava minha colega, a mulher passou e, como ninguém deu nada a ela, ela bateu no vidro do meu carro e falou " Hemanitas brasileñas! Um poco de cultura en la cabesita!!" - desculpem o portunhol péééssimoooo. A irritação dela era tanta que eu jurei que ela ia dar um murro no vidro! Eu e minha colega não tivemos outra saída a não ser rir de perplexidade da cena.
Cara, vá mendigar lá no seu país! Me chamar a atenção porque não dei moedas prá dois visíveis desocupados? Vem de outro país fazer macaquices no sinal e eu ainda tenho de pagar? Se eu fosse dar R$0,50 que fosse em todos os sinais, pelo menos R$10,00 meus iriam todo dia! Tá se achando muito boa? Vá lá pro Cirque du Soleil, que lá vou pagar bem pago prá te ver fazer bem feito.
Adoro arte de rua, mas quem tá lá devia saber que não tem como esperar muito do público. Vê quem quer, colabora quem quer, é assim, oras!
Conquistou minha antipatia. Agora é que não baixo o vidro mesmo!

4 comentários:

  1. Gostei daqui... vou passar a acompanhar!
    Ah, meu nome é Karine! Um beijo e bom domingo!

    ResponderExcluir
  2. Muito cara de pau. Já passei por casa situação!

    ResponderExcluir

abriram a concha: